SABIA QUE?



Vouzela Vila Natal - Doce & Arte (13 a 28 dez 2014)


De 13 a 28 de dezembro a magia do Natal vai andar pela vila de Vouzela.

Promovido pelo Município de Vouzela e pela Associação Empresarial de Lafões, o projeto Vouzela Vila Natal decorrerá pelo segundo ano consecutivo e contará com uma programação que se estende por 16 dias.

Destinado a todos os tipos de público, o evento contará com inúmeras atrações, desde a casa do Pai Natal, a casa do chocolate, a casa das prendas, a casa dos aromas, a casa das miniaturas, a casa da música, o bosque encantado, parque de diversões, entre muitas outras.

O destaque vai para a rota dos presépios, num total de 17 elaborados no âmbito do projeto Natal Ecológico e pelas associações do concelho, e que estão dispersos por vários espaços da vila e para o circuito da luz que guiará os visitantes pelos monumentos e edifícios mais emblemáticos da vila que durante a época natalícia estarão iluminados.

Mas o Vila Natal será muito mais, com uma programação de mais de 50 atividades para toda a família, como o encontro concelhio de cantares de coros, futebol de rua, oficinas do doce, teatro, hora do conto, cinema, recital do piano entre muitas outras.

Link para os cartazes do programa

fonte página Facebook do Município de Vouzela



Casa Museu cria 'Rota do Pastel de Vouzella'


Os Pastéis de Vouzela são um produto de excelência.

A Casa Museu vai inaugurar, no dia 2 de Agosto, pelas 15h00, a Rota do Pastel de Vouzella que pretende dar a conhecer a história deste ex-libris vouzelense.
A Rota, já registada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial, é efectuada pelas casas onde se confeccionou e se confeccionam os Pastéis de Vouzela, aliando-lhe o património arquitectónico.
(...) De origem conventual, os Pastéis de Vouzela são compostos por massa extra fina e estaladiça que contem um cremoso doce de ovos.
A Rota do Pastel de Vouzella é circular, num extensão de quilómetro e meio, com um nível de dificuldade baixo. Pode realizar-se em período diurno e/ou nocturno.

Publicado em 17 julho 2014
fonte site Notícias de Vouzela / fotografia Fernando Cardoso



I Rota da Vitela de Lafões (Vouzela - 21 nov a 7 dez 2014)


Lides agrícolas de Agosto

  • Início do mês: Tempo fresco. Semeiam-se rabanetes, alfaces, chicória, couve-de-iorque, couve-flor semidura, espinafres, nabos e cebola branca temporã.
  • Logo que os frutos forem comidos, os caroços de cerejas, pêssegos, ameixas e damascos, semeiam-se também.
  • Continua a enxertia de escudo.
  • No fim do mês, semeia-se trevo e tremoço.
  • Recolhem-se as sementes de ervilhas, favas, cenouras, beterrabas e de couves.
  • Arrancam-se as cebolas e as batatas, cuja rama tenha secado.
  • Continua a colheita dos cereais de linho, milho-miúdo, mostarda, luzerna e trevo (segundo corte).
  • A partir do meio do mês, proceder à desfolha moderada e ao esladroamento das vinhas. Em Agosto os cachos pintam. Para chegarem sãos a este mês, deve ter pulverizado desde cedo as vinhas, de 15 em 15 dias contra o míldio e contra o oídio.
  • Colher os frutos tardios: damascos, pêssegos e ameixas.

'Chuva de Agosto, apressa o mosto.'

'Os nabos querem ver o luar de Agosto'

fonte Seringador



Lides agrícolas de Julho

  • Tempo fresco. Sacham-se e limpam-se das hortas as ervas infestantes e rega-se.
  • Nos meloais e melanciais, as regas devem ser abundantes, mas pouco frequentes, para que os frutos não se tornem aquosos e sem sabor. Logo que tenham atingido metade do volume, não se devem regar mais. despontam-se os meloais.
  • Cortar os rebentos ladrões das videiras.
  • Meados de Julho: Calmarias. Procede-se à colheita da cevada, do centeio e do trigo.
  • Os milhos de sequeiro só se devem cortar quando bem maduros.
  • Continua-se com as sachas e regas nos milhos de regadio.
  • Tosquiam-se os rebanhos lanígeros.
  • Finais de Julho: Calmarias. Semeiam-se tremoços, nabos e couves tardias.
  • Cobrir as cepas para que o sol não as queime.

'Em Julho, reina o gorgulho'

'Julho quente, seco e ventoso, trabalha sem repouso'

fonte Seringador



Lides agrícolas de Junho

  • Enxertam-se de escudo as árvores que têm casca grossa , como laranjeiras, cidreiras, figueiras, oliveiras, amendoeiras, pessegueiros.
  • Nas terras frias, semeia-se milho, forragens, couves e outras hortaliças e arrancam-se os alhos.
  • Colhe-se os frutos vermelhos (cerejas, ginjas, mirtilos, framboesas​).
  • Deve-se ter cuidado na colheita, para não estragar os gomos (olhos) que vão dar fruto para o ano que vem.
  • Começam-se as ceifas dos prados e o arrancamento dos linho.
  • Colhem-se e malham-se as favas, grãos e outros legumes se estiverem secos.
  • A lã, que agora se pode tosquiar, será melhor que noutro tempo, por ser mais 'suada'.
  • Em finais de Junho, com tempo de mudança e fresco, semeiam-se ou plantam-se alface de repolho, alface romana, cenouras, chicória frisada, couve-nabo, couve-rábano, couve sem repolho, cebola comum, espinafres, ervilhas, feijões, rabanetes, salsa, etc, se houver abundância de água, senão deverá esperar-se pelo mês de agosto.

'Chuva em Junho, peçonha do mundo'

'Junho floreiro, paraíso verdadeiro'

fonte Seringador



Lides agrícolas de Maio


Dia 28 de Maio de 2014: Lua nova às 19h.40m. Calmarias.

  • Vacinam-se as ovelhas, cabras, bovídeos e solípedes contra o carbúnculo e os porcos contra as doenças rubras.
  • Faz-se a extracção do mel, deixando nas colmeias as reservas suficientes.
  • Evitar que as galinhas incubem.
  • Executar a limpeza, sacha e rega dos viveiros e fruteiras.

'Favas o Maio dá, o Maio as leva'.

fonte Seringador

Plantas - Amendoeira

Uma árvore com frutos que atuam como reguladores do colesterol

A amendoa, fruto da amendoeira, é rica em ácidos gordos polinsaturados (ómega-3) e pobre em saturados, pelo que reduz o colesterol.

Para além disso, tem uma ação reguladora hormonal, graças aos seus fitoesterois. Contém ainda vitamina E, arginina, magnésio, cobre, manganésio e potássio, todos com ação antioxidante e cardioprotetora, com reconhecidos efeitos benéficos para o organismo.

Esta planta, muito cultivada nalgumas zonas do país, é fonte de cálcio, proteínas e fibras, com ação prebiótica. Contém também flavonoides com ação benéfica sobre a função cardiovascular e sistema venoso. Os seus efeitos na redução do colesterol e glicemia devem-se à sinergia de vários dos seus elementos.

Principais indicações

  • Reduz o colesterol, diminuindo a sua absorção e reabsorção, aumentando a sua excreção pela bílis e aumentando a ação do recetor de colesterol LDL.
  • Protege o aparelho cardiovascular, evitando as lesões oxidativas e inflamação nas artérias.
  • Reduz a glicemia pós-prandial em diabéticos tipo II e a resistência à insulina.
  • Reforça as paredes das veias, melhorando o retorno venoso e diminuindo a tendência para varizes.
  • Melhora o aspeto da pele, do cabelo e das unhas.
fonte Sapo Mulher


Reserva Botânica de Cambarinho

Loendros em Flôr

Localizada junto à povoação de Cambarinho, freguesia de Campia e concelho de Vouzela, a área é constituída por uma série de pequenas elevações e depressões onde correm pequenos cursos de água sazonais.

Na época de floração, entre maio e julho, esta planta proporciona um exuberante espetáculo natural, constituído por imponentes maciços arbustivos, de brilhante folhagem verde escura, cobertos por magníficas flores púrpuras.

Assim, esta torna-se, sem dúvida, a melhor altura para visitar esta área.

Coordenadas: N 40º 40' 14', W 08º 11' 56'

fonte site C.M.Vouzela / fotografia Notícias de Vouzela